Faltando apenas uma semana para o fim da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, o Rio Grande do Sul ainda não atingiu a meta de vacinar 90% dos grupos prioritários. Até esta terça-feira (23), o Estado contabilizava 87,77% da cobertura total. A campanha segue até 30 de junho. Conforme dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, o Estado ultrapassou a meta de vacinação em três grupos prioritários. Em idosos, onde a cobertura foi mais de 115%, em trabalhadores da área da saúde, com 112%, e indígenas, com 101% do público vacinado. Os demais grupos, adultos, gestantes, crianças e mães no pós-parto ainda não atingiram a meta. 

Entre as cidades que apresentaram o maior número de vacinação estão Arroio do Sal, no Litoral Norte, com a taxa em 131,73%, e Gramado dos Loureiros, na Região Norte, com 124% de cobertura total. Ainda de acordo com Tani Ranieri, após o término da campanha, no dia 30 de junho, será feita uma avaliação dos números e taxas de cobertura, para que seja definido se será ou não prorrogada a ação no Estado.

Deixe seu Comentário