Rádio Tupancy 87,5 FM

5136873240

Geral

Governo do RS recebe dez pedidos de reconsideração de bandeira preta e vermelha

Entre os recursos, também houve solicitações de municípios que pedem para se enquadrar na Regra 0-0

Governo do RS recebe dez pedidos de reconsideração de bandeira preta e vermelha
Alina Souza
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

No que é considerado o cenário da pandemia até agora, o governo do Estado recebeu, neste domingo, 10 pedidos de reconsideração ao mapa preliminar da 42ª rodada do Distanciamento Controlado. É o maior número de recursos desde a 30ª semana, em 29 de novembro, quando foram 11 solicitações.

Divulgado na sexta-feira, o mapa preliminar indicou que 11 regiões Covid estão em bandeira preta, inclusive Porto Alegre, o que significa 68% da população em áreas classificadas como de risco altíssimo. As outras 10 estão em bandeira vermelha, que aponta risco alto.

Os recursos foram encaminhados tanto por associações de regiões classificadas em bandeira preta, que pedem mudança para vermelha, como por áreas em vermelho que querem regressão para a bandeira laranja. Entre os 10 pedidos, também houve solicitações de municípios que pedem para se enquadrar na Regra 0-0 (sem óbitos e hospitalizações nos últimos 14 dias).

O Rio Grande do Sul contabiliza, neste domingo, 11.771 mortes por Covid-19 – sendo 18 óbitos reportados nas últimas 24 horas. O boletim epidemiológico divulgado hoje também aponta o total de 604.385 casos confirmados de coronavírus, sendo 1.722 registrados de ontem pra hoje. 

Processo de análise

Os pedidos de reconsideração serão analisados pelo Gabinete de Crise a partir do que for decidido na reunião com o Conselho de Crise para o Enfrentamento da Epidemia Covid-19, que é formado por secretários de Estado, chefes de outros Poderes e representantes de entidades, federações e órgãos públicos, e com a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Os encontros ocorrerão na manhã de segunda-feira e o mapa definitivo será divulgado no portal de notícias do governo do Estado às 16h30min. A vigência das novas bandeiras será de 23 de fevereiro a 1º de março.

Restrição noturna

Independentemente das bandeiras finais, todas as 21 regiões deverão seguir as medidas estabelecidas no Decreto 55.764, publicado neste sábado, que determina a suspensão geral de atividades, incluindo estabelecimentos de atendimento ao público, reuniões, eventos, aglomerações e circulação de pessoas tanto em áreas internas quanto externas, em ambientes públicos ou privados, entre 22h e 5h, todos os dias, até as 5h do dia 2 de março.

Ainda no sábado, o governador divulgou um pronunciamento em que reforça a necessidade da colaboração de todos os gaúchos para conter a acelerada disseminação do vírus, que vem causando esgotamento da capacidade da rede hospitalar do Rio Grande do Sul. “Enquanto a vacina não chega, precisamos do envolvimento de todos. Confio que as restrições da próxima semana vão encontrar a consciência de cada gaúcha, de cada gaúcho, para produzirem os efeitos que esperamos. Cuidem-se”, ressaltou o governador no vídeo.

FONTE/CRÉDITOS: Correio do Povo
Comentários:

Veja também

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )